468x60px.gif

Rosto de Nelson Mandela é apagado em escola com nova gestão militar


Na última semana, um grafite com o rosto do ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, símbolo da luta pela igualdade racial, foi apagado em uma escola de Brasília – um dos centros que terá educação militar em 2019.

A parede que abrigava a obra ficava no pátio interno do Centro Educacional 1, na Estrutural. Segundo a diretora da escola, Estela Accioly, as mudanças foram feitas a pedido da Polícia Militar.

A corporação assumiu a gestão da unidade nesta segunda-feira, 11, no primeiro dia do ano letivo da rede pública. A diretora afirma que todo a estrutura física da escola mudou após a gestão compartilhada com a Polícia Militar. Segundo ela, foi informado que o objetivo disso é mostrar para a comunidade que também haverá mudando ‘de fora para dentro’.

Além do desenho do rosto, uma frase de autoria de Mandela também foi apagada. Os dizeres sobre educação e mudança foram pintados por um grupo de artistas voluntários do Paranoá, no fim de 2018.



Segundo funcionários do colégio, a mensagem era uma espécie de "frase de motivação dedicada aos alunos".

"Educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo", dizia o texto.

Já na parte externa da escola, o que era um "mural da inclusão", também pintado por artistas da região, se tornou um muro branco. Agora, ele estampa o nome do "Colégio da Polícia Militar" em letras garrafais.




Com informações de G1.
Rosto de Nelson Mandela é apagado em escola com nova gestão militar Rosto de Nelson Mandela é apagado em escola com nova gestão militar Reviewed by Mídia Rondoniense on fevereiro 12, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário