Image and video hosting by TinyPic

Órgãos de segurança no trânsito pedem para foliões evitarem álcool e direção no Carnaval


Apostando em um carnaval seguro e livre de acidentes de trânsito, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde alerta para os cuidados nos dias de folia. A orientação da Coordenação Estadual de Vigilância de Trânsito orienta a população sobre as alternativas para transportes que podem ser adotadas e a cautela na ingestão de álcool.


Atuando conforme a Política Nacional de Redução de Acidentes da Segurança Viária, a Vigilância apoia os municípios, participando e promovendo ações junto às diversas instituições estaduais e municipais ligadas ao trânsito, por meio do Comitê Municipal de Redução de Acidentes e Segurança Viária, o qual faz parte a Agevisa, Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia), Semusa (Secretaria Municipal de Saúde), Seduc (Secretaria Estadual de Educação), PRF (Polícia Rodoviária Federal), Semtran (Secretaria Municipal de Trânsito), e outros. Reunidos mensalmente, os órgãos discutem as medidas que devem ser realizadas durante o ano para ação conjunta de planejamento e execução, conforme as ocorrências de trânsito em cada município do Estado.


Durante o feriado de carnaval, a população deve estar atenta às orientações que exigem maior vigilância. Com as ruas em multidão de pessoas, o pedestre e o motorista devem ter mais cuidado, as crianças devem ser conduzidas de mãos dadas com os adultos, principalmente ao atravessar as ruas, sempre na faixa de pedestre. Dentro dos veículos, carro, moto, bicicleta ou um meio de transporte maior, todos devem estar com cinto de segurança e os motoristas com atenção redobrada, pois estarão em dias tumultuados, com pessoas possivelmente embriagadas.


Com relação ao álcool, maior é a recomendação para evitar o consumo, pois o reflexo da pessoa diminui, tornando um potencial risco de acidente de trânsito, sendo necessário escolher alternativas que contribuam na diminuição do perigo nas ruas, como o transporte coletivo ou de aplicativo online, táxi ou a pé. “A capacidade de analisar o perigo diminui, a capacidade de agir com rapidez diante de uma situação inesperada, não tem como dizer que está acostumado a dirigir sob efeito de álcool e que comanda bem, depende, pois se acontecer uma situação inesperada, não tem como evitar. Há uma redução nos estímulos do sistema nervoso central. Muitos já utilizam alternativas para se deslocar, mas precisamos enfatizar em todo o tempo sobre a cautela.”, explicou a coordenadora de Vigilância de Trânsito, Edna Botelho.


As orientações também valem para aqueles que não participam do carnaval, mas aproveitam o feriado prolongado para viajar nas estradas, sendo recomendada a vistoria nos veículos e redução da velocidade.


“Atenção de todas as pessoas que estão participando desse espaço social, principalmente nas cidades, é fundamental.”


Em 2017, o Detran registrou 120 acidentes durante o período de carnaval no Estado, com nove ocorrências de embriaguez ao volante. Em 2018, foram 151 acidentes, com sete casos de embriaguez registrados. A Agevisa vai atuar na capital, Porto Velho, junto aos parceiros do Comitê de Trânsito, nas concentrações dos blocos durante os dias de carnaval, para trabalhar com a conscientização antes das saídas das pessoas nos blocos. “Todos nós somos pedestres, que possamos nos divertir nessa grande festa de alegria com muito cuidado, pois nossas atitudes no espaço social com veículos são sempre perigosas, temos que circular nesses espaços com cautela”, finalizou Edna.


Fonte: Assessoria
Órgãos de segurança no trânsito pedem para foliões evitarem álcool e direção no Carnaval Órgãos de segurança no trânsito pedem para foliões evitarem álcool e direção no Carnaval Reviewed by Mídia Rondoniense on fevereiro 27, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário