Image and video hosting by TinyPic
Midia-sites-regionais-300x250px.gif

Agente penitenciário mata namorada, viaja com o corpo e se mata em SP


Um agente penitenciário matou a namorada a tiros e viajou com o corpo dela por 65 km de distância antes de se matar, neste sábado, no interior de São Paulo. Francisco Moacir Nunes Junior, 37, carregou o corpo de Iara Coelho da Silva, 30, de Sorocaba até a casa dos pais, em Itapetininga.

As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

O agente penitenciário afirmou aos pais que o tiro que matou a namorada foi um disparo acidental ocorrido durante uma briga do casal. O casal estava junto há mais de um ano e morava na zona leste de Sorocaba.

Francisco Junior era agente penitenciário em Mairinque. Familiares dele informaram que Iara encontrou mensagens de outra mulher em seu celular e ele havia saído da casa onde moravam, mas mas voltou para pegar seus pertences.

Leia mais
Prefeito foge pela mata e denuncia 25 mortes na fronteira

Ainda na versão dos familiares dele, segundo O Estado de São Paulo, os dois discutiram e ela tentou tirar o revólver da mão do agente, quando houve o disparo.

A mãe de Francisco Júnior tentou impedi-lo de sair de casa após a confissão, mas ele pulou o portão, entrou no veículo onde estava o corpo de Iara e se matou.

Os dois corpos foram levados para o IML (Instituto Médico Legal) de Itapetininga. A Polícia Civil apreendeu a arma do crime e um colete à prova de balas do agente penitenciário. As mortes foram registradas como homicídio e suicídio, segundo O Estadão.


ESCRIVÃ ATIRA EM MARIDO

Ainda no interior de São Paulo, uma escrivã da Polícia Civil de Jacareí deu um tiro na coxa do marido durante uma briga do casal, na madrugada de sábado. A mulher alegou, de acordo com informações apuradas pelo jornal O Estado de São Paulo, que o homem começou a agredi-la após voltarem de uma festa.

O filho de 22 tentou separar, mas também foi agredido. Ela pegou a arma e realizou o disparo, atingindo a coxa esquerda do marido. A vítima foi levada para o hospital e está fora de perigo. O casal foi ouvido e liberado. Um inquérito da Polícia Civil vai apurar o caso.


Agente penitenciário mata namorada, viaja com o corpo e se mata em SP Agente penitenciário mata namorada, viaja com o corpo e se mata em SP Reviewed by Mídia Rondoniense on fevereiro 25, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário