FLOR_728x90px.gif

INVESTIMENTOS_468x60.gif
Queimadas_468x60px.gif

Atletas e comissão do Barcelona-RO acionam Justiça após ficarem 220 dias sem salários; presidente rebate

 

A temporada do Campeonato Rondoniense 2018 acabou em maio deste ano com o Real Ariquemes sendo campeão e o Barcelona de Vilhena com o título de vice. Os clubes já se preparam para a temporada 2019, no entanto, um grupo de atletas do Barça ainda vive o drama do salário atrasado. Presidente rebate e diz estar pagando em parcelas os jogadores.


Sem salários há mais de 220 dias atletas e comissão técnica do Barcelona buscam respostas — Foto: Christian Wentz


O grupo, que é formado pelos jogadores Emerson Bacas, Eroni Junior, Marcio Seabra, Jeferson Rodrigues, Jadson Menezes, Kaka, Bruninho, Andrezin, Calado, Xavão, Fernando, Nego Lito, Jean Geleia e Lucão foi criado em um aplicativo de conversa onde esses atletas trocam informações e atualizações sobre o pagamento do salário. O nome? “Sem salário”.

Dentre as tentativas do recebimento do salário está o caso do preparador físico Márcio Seabra, que conta ter entrado na Justiça para receber os meses que trabalhou no Barcelona.

- Fiquei quatro meses no Barcelona, mas quando percebi que não ia receber resolvi ir embora, pois minhas contas estavam todas atrasadas. Hoje devo três cartões, meu carro está com duas parcelas atrasadas e também o IPVA. Tudo por não ter recebido o combinado na época que fiquei no Barcelona. Fui pra justiça junto de outros atletas, Jean e Emerson, cheguei a me deslocar do Rio de Janeiro para Vilhena, gerando mais gastos, mas ganhamos na Justiça, porém até hoje não foi pago. Queria muito que a CBF tomasse uma atitude e punisse a instituição. A Federação Rondoniense não se posiciona – conta Márcio Seabra.

Outro ponto destacado pelo jogador Eroni Júnior, é o posicionamento da Federação de Futebol de Rondônia (FFER) mediante a abertura do Barcelona para a temporada 2019.

- Ficamos pelo menos seis meses no Barcelona sem pegar dinheiro algum. Fomos enganados pelo presidente que só fala que está correndo atrás e até hoje nada não fez nenhum acerto com ninguém. É só promessas! Todo mundo é pai de família e também temos nossas contas para pagar. O mais engraçado é que a Federação de Rondônia e até mesmo a CBF deixar um clube desses participar de uma nova competição sendo que está cheio de dívidas com os atletas - questiona o posicionamento da FFER.



Presidente do Barça rebate


O Globoesporte.com entrou em contato com o presidente do Barcelona de Rondônia, José Luiz, que em contrapartida diz pagar em parcelas os atletas.

- Estou pagando tudo a prestação. Três atletas entraram na Justiça, já teve a primeira audiência e vai ter a segunda agora e para os outros que não entraram, estou pagando pouco a pouco. Dou R$1mil no mês, R$500 em outro. Estou quitando minha dívida com eles e tenho tudo isso comprovado. Hoje com R$25mil quito minha dívida - conta.

O Dirigente do Barcelona ficou de enviar os comprovantes de pagamento em conta dos atletas, mas até o fechamento deste material não foi encaminhado.

O que dizem os especialistas

Um dos advogados envolvidos na transferência de Neymar do Barcelona para o Paris Saint-Germain, a mais cara da história, o brasileiro Marcos Motta, diz como os jogadores do Barcelona devem agir diante dessa situação.

- É preciso enviar uma denúncia por escrito a CBF via Federação local – diz Marcos Motta.

O procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD), Felipe Bevilacqua, destaca o que é adequado realizar diante da situação vivida pelos atletas.

- O ideal é procurar o sindicato e ingressar no STJD ou procurar um advogado. Tem que saber qual o campeonato e se o regulamento prevê – orienta o procurador Bevilacqua do STJD.

O Décio Neuhaus, do Rio Grande do Sul, advogado na Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf), explica que para a situação desses atletas há apenas uma saída.

-Ingressar na Justiça do Trabalho para cobrar, seja coletivamente ou individualmente. Em Rondônia infelizmente não tem sindicato de Atleta Constituído. Infelizmente no Brasil as Federações e a própria CBF ainda não adotaram a questão do fair play financeiro. O que é uma falha de todo o sistema de não querer adotar esse tipo de procedimento – fala Neuhaus.



Federação de Futebol de Rondônia — Foto: Renato Pereira

FFER

Questionado pelos jogadores sobre o posicionamento da Federação de Futebol de Rondônia, o Globoesporte.com entrou em contato com a assessoria da instituição para saber com o advogado da Federação qual é posicionamento da entidade diante da situação vivida entre jogadores e o clube. A resposta recebida da FFER foi que “o Barcelona responde pelos seus atos”.


CBF


Os jogadores enviaram uma denúncia à CBF via relato no site eticadofutebolbrasileiro.com.br ,que afirma ser “a via de acesso independente para ouvir relatos sobre violações ao Código de Ética e Conduta do Futebol Brasileiro, o qual norteia as condutas nas relações profissionais e comerciais envolvendo o futebol e seus atores, tais como, as entidades de prática e administração do futebol (clubes e federações, respectivamente), bem como as pessoas físicas e jurídicas que com elas se relacionem, inclusive dirigentes, funcionários, colaboradores, atletas de clubes e seleções, treinadores, clientes, sócios, fornecedores, parceiros comerciais e árbitros”. E que, apresenta um canal direto para a denúncia, chamado Notícia de Infração Ética. Onde o reclamante pode falar diretamente com a entidade e anexar documentos que comprovem o caso.


Segundo o atleta a situação foi relatada em 10 de outubro, onde apareceu que havia sido entregue, porém não resolveu a situação até aqui.


O Globoesporte.com entrou em contato com a CBF por e-mail para questionar qual seria o posicionamento da instituição máxima do futebol brasileiro diante dessa situação. Queríamos saber se existe alguma punição para o clube, caso se confirmasse a situação do não pagamento do salário, e se o time pode ser sancionado ou perder a vaga junto a CBF e qual o papel da instituição diante de tal situação, no entanto, não obtivemos resposta até o fechamento dessa matéria.


Atletas do Barcelona fazem denuncia de falta de pagamento na CBF — Foto: Reprodução / Whatsapp
 GloboEsporte
Atletas e comissão do Barcelona-RO acionam Justiça após ficarem 220 dias sem salários; presidente rebate Atletas e comissão do Barcelona-RO acionam Justiça após ficarem 220 dias sem salários; presidente rebate Reviewed by Mídia Rondoniense on dezembro 17, 2018 Rating: 5