Image and video hosting by TinyPic

Travestis presos com moto roubada afirmam que veículo é de "cliente"


Os travestis identificados como Jonas P. S., 20, e Joel F. M., 30, foram presos na madrugada desta terça-feira (21) acusados de roubo veículo em um ponto de prostituição na Rua Curimatá com Caparari, bairro Lagoa, zona Leste de Porto Velho. Ambos alegam que a moto estava apenas penhorada por uma dívida de um programa sexual com um cliente.

Conforme registro de ocorrência, um homem de 38 anos contou que estava indo para o trabalho em uma motocicleta Honda Biz, quando o homossexual Jonas entrou na frente do veículo e perguntou: "Vamos fazer um programa"? A vítima alega que após recusar o convite, o suspeito sacou uma faca e anunciou o assalto, tendo o apoio do comparsa Joel que também portava uma faca. Com medo de morrer, o homem teria saído correndo e a dupla fugiu com a moto.

Equipes da Polícia Militar foram avisadas do crime e uma guarnição do 1° Batalhão conseguiu abordar os suspeitos na Avenida Farquar, região Central de Porto Velho.

Jonas, tentando enganar os militares, ainda abriu o baú da moto e apresentou o documento do veículo junto com a CNH em nome da esposa da vítima, mas a dupla acabou presa. Logo eles disseram que o proprietário tinha deixado a moto como garantia de pagamento de um programa sexual supostamente realizado com o travesti Jonas. 

A vítima nega e afirma que teve o veículo roubado mediante ameaça de morte a facadas. Os travestis foram encaminhados para a Central de Flagrantes.

Fonte: Rondonaivovio
Travestis presos com moto roubada afirmam que veículo é de "cliente" Travestis presos com moto roubada afirmam que veículo é de "cliente" Reviewed by Mídia Rondoniense on agosto 21, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário